SOBRE

 

A ABPCom começou a ser articulada durante o Congresso da Intercom de 2017, em Curitiba, a partir de uma provocação de Cicilia Peruzzo a um grupo de pesquisadores e pesquisadoras que já vinham atuando há alguns anos em torno de temáticas da comunicação para a cidadania, comunitária, popular, educativa, alternativa, local e de comunicação e mídias cidadãs. Era comum o entendimento quanto à necessidade de institucionalização de um espaço de reflexões, debates e troca de experiências para além dos que já eram disponíveis eventos como a Intercom, Compós, Alaic e IAMCR.

Pouco mais de um mês depois, em 26 de outubro, durante a XII Conferência Brasileira de Mídia Cidadã, em Juiz de Fora, foi realizada a Assembleia da Rede Brasileira de Mídia Cidadã. Entre os pontos de pauta estava a proposta de criação da Associação. O objetivo era o de avançar os trabalhos já desenvolvidos ao longo de mais de uma década sob os auspícios da Cátedra Unesco/Metodista de Comunicação para o Desenvolvimento Regional e renovar seus ideais dando um passo em direção a uma institucionalização formal.

Um dos principais avanços foi o fortalecimento da vocação da Rede de Mídia Cidadã de que não poderia ser uma entidade formada apenas no âmbito acadêmico, mas promotora de uma maior articulação entre pessoas e instituições envolvidas com pesquisas, ativismo, ações, consultorias e produções na área da comunicação comunitária, popular, alternativa, educativa e de mídias cidadãs. Sempre na perspectiva da transformação social e construção da cidadania.

Na assembleia de Juiz de Fora foi discutida e aprovada a incorporação da Rede pela ABPCom, além da redação de seu estatuto. Também foi eleita sua primeira diretoria, composta por Cicilia Krohling Peruzzo, como Presidenta; tendo Bruno Fuser como Vice-presidente; Cristina Gobbi assumiu a Secretaria Executiva; Ricardo Alvarenga assumiu como Diretor de Finanças; Luzia Deliberador, como Diretora Científica; Edgar Rebouças foi indicado como Diretor de Relações Públicas e Comunicação; e Adilson Cabral assumiu como Diretor Cultural e de Projetos.

Após toda a tramitação burocrática, em 2 de maio de 2018, a ABPCom foi registrada no 6º Cartório Oficial de Registro de Títulos e Documentos e Civil de Pessoa Jurídicas da Cidade de São Paulo; e em agosto de 2018 teve formalizado seu Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica no Ministério da Fazenda, sob o número 31.086.732/0001-70.

  

Curitiba - Set. 2017
Juiz de Fora - Out. 2017

ABPCom - Associação Brasileira de Pesquisadores e Comunicadores em Comunicação Popular, Comunitária e Cidadã

Av. Brigadeiro Luis Antônio, 2.050 – Conj.36/38 - Bela Vista, São Paulo - SP - CEP 01318-002

socicom_logo.png
Filiada à:
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now